18 maio 2012

Membro se retira da Comissão de Negociação de Precatórios em Minas Gerais


Eis que em suas palvras estão "as sucintas" razões do não envolvimento "inclusive" deste escritório no tangente à Comissão. Estamos bem representados? Sim. Seríamos ouvidos? NÃO.

Por qual razão? Ora? Até um leigo entende que cifra é cifra, e tem valor idêntico, quer seja para o Estado ou para o cidadão, independendo de serem ali credor e devedor, ou o inverso.

As medidas legais também estão disponíveis a qualquer neófito estagiário em nossa militância, que dirá àqueles que além de títulos carregam o dever de nos representar?!

 Houve, por algum momento que fosse, a ilusão de que não se sentiu que os grilhões que nos seguravam (Via Comissão), não fossem da excessiva "cortesia ao Mestre in Legis, ocupante do Executivo", uma cortesia que não foi hora nenhuma devoluta à classe a qual o atual gestor eleito pertence? Houve a ilusão de que não sentimos que os Membros possam ter sido ludibriados? Quais as razões para tamanha inclinação, já que afrouxamento, num embate frente a Procuradoria, se advinda de profissionais tão gabaritados como são os membros da Comissão, sabemos ser absurda? Sabe-se lá Deus ou o Diabo a razão capaz de hipnotizá-los, permitindo que se alquebrasse os brios dos representantes dos credores, nos sujeitandoao trato mísero de pedintes mendicantes, pendentes e dependentes da caridade de uma estrutura governamental completamente alienada e, usando de suas palavras, RAPINEIRA!

Além de espraguejar, "em que se pese ao dobro" aos filhos de viúvas e da viúva, em tal aberração jurídica envolvida, via parágrafos soltos em estórias fictícias de lançamentos literários de curto alcance, e artigos em blogs pessoais, ora, o quê nós, "os comuns" podemos contra os que detém autoridade? Eu os Expurguei, quer um exemplar? Envio com gosto! Embora precise de atualização, pois que o personagem fica braaaavo com o abatimento de 30% sobre o valor da dívida, e agora o deságil subiu...Enfim, estão todos expurgados, mas e daí? E na prática?  

A justiça não é uma utopia, o direito é que se tornou uma sátira; e a platéia, em riso e gozo, infelizmente, é composta pelos que a bem da verdade, caro colega militante, dos que à ética e a valoração dos princípios juraram defender; sejam ou estejam de um lado ou outra da situação em foque; a farfalhante platéia é composta dos que deveriam impedir que a lei se tornasse alvo de tão baixo apontamento e sujeição, é fato.

Devemos estar a resgatar dívidas precatoriais de vidas de outrora, só assim justificando tamanho abatimento.

Não sei quanto a dimensão do lastro da decepção dos ilustres colegas, mas, ela só veio a alimentar a minha já existente tristeza; o mundo pode ser dos homens, mas a consciência de nossos feitos é individual, e, que não venhamos a só ter noção dos estragos avalizados aos direitos de nossos clientes, à moral do Estado perante os olhos populares, e à nossa própria classe, em momento tardio.

Meus respeitos, extensivos à Comissão a que pertencia, e, à Ordem dos Advogados do Brasil/Secção Minas Gerais.


Flávia Neves Soares
OAB/MG 77.107



10 maio 2012

NOVO PORTAL ESCRITORA FLÁVIA NEVES

Assim como no blog, o site www.escritoraflavianeves.com.br está de cara nova! 

Acesse, conheça e participe!


08 maio 2012



"Ainda prefiro acreditar que as sombras que enegrecem o sentido humano podem ser dissipadas por seres alados, angelicais, superiores; seres que podem atenuar as mágoas mútuas dos mortais, curando, se assim permitirmos, todas as dores seculares; restabelecendo, se assim deixarmos, a confiabilidade que os prudentes temem, os sábios possuem e os ignorantes rejeitam." Flávia Neves

FLÁVIA NEVES ESCREVE ARTIGO PARA O BLOG CONTADOR DE HISTÓRIAS

A convite de Luciano Dudu, gerenciador do Blog Contador de Histórias, tive o prazer de ...


Artigo publicado:


INQUISIÇÃO – A SANTA GRELHA DE NOSSAS FALTAS





Caro Amigo Leitor, é com muita satisfação que iniciamos este ano de 2012, com novas postagens em nosso blog CONTADOR DE HISTORIA, com um marco importante.
Tivemos a honra de ser agraciado com a presença da celebre escritora Flávia Neves, que nos trouxe com exclusividade um artigo marcante.
A escritora é detentora de um grande conhecimento da história da humanidade e da ciência das religiões.
Aproveitamos o ensejo para apresentar está escritora, inovadora, inteligente, com um senso crítico aguçado e muito racional.
Traremos a lume alguns fatos de sua biografia:

"A autora possui um gosto nato pela História e Ciências da Religião se enveredando por análise da historicidade humana, através do conhecimento do passado antigo das civilizações e de seus efeitos, busca nos mitos, místicos e humanos, as características das personalidades atemporais que fizeram, a cada um, a seu modo, diferenças no mundo que continuam ecoando até nós". Fonte retirada de seu site
Ela é Escritora de um romance histórico muito interessante e que eu recomendo a leitura de nome EXPURGO.

Fiquem agora com o brilhante artigo da escritora, que aborda sobre a Inquisição.
A cada instante ela nos convida a reflexão dos fatos acontecidos e deixa claro seu posicionamento diante do assunto de quem são as vitimas e quem são os algozes.
Boa leitura e reflexão 
Luciano Dudu.

Artigo escrito por Flávia Neves 
Escritora do livro Expurgo





Discorrer sobre as trevas que percorrem períodos históricos beira em muito ao exaustivo repeteco de personagens e datas. 
Procurando avolumar informações para melhor tratar a temática da Inquisição, esbarrei numa reca imensa de exposições pessoais a despeito DOS MALES DA INQUISIÇÃO, DA IRRACIONALIDADE DA IGREJA CATÓLICA, DA CRUEZA HUMANA DE CIDADÃOS COMUNS EM SE APONTAR SEMELHANTES USANDO DO "PSEUDO SANTO OFÍCIO" PARA LIVRAREM-SE OU SIMPLESMENTE SE VINGAREM DE DESAFETOS, LI SOBRE A COAÇÃO DE PADRES À MULHERES, AFIM DE BARGANHAREM A SALVAÇÃO DO CORPO E DA ALMA EM TROCA DE ATOS LIBIDINOSOS, EU LI SOBRE A DEVASSIDÃO, SOBRE AS VARIADAS E MIRABOLANTES FORMAS DE TORTURA, E O GENOCÍDIO QUE ENEGRECEU O MUNDO OCIDENTAL NO PERÍODO DE DURABILIDADE DE TAL SANDICE, E O QUANTO ESSE COMPORTAMENTO, COMPLETAMENTE ANTI-CRISTÃO PORTANTO FOI LITERALMENTE PERMITIDO, INSTRUMENTO QUE ERA NÃO APENAS DOS PARTÍCIPES DA IGREJA, MAS, DAS COMUNIDADES, QUANDO NO INTERESSE DE DEFENDEREM OU ALCANÇAREM OBJETIVOS ESCUSOS. 
Analisemos por partes. 
O que foi a Inquisição? 
Não, ela não foi "uma invenção católica para se reprimir deuses pagãos, ou a deusa mãe, a fim de estabelecer o controle da fé cristã. Foi não.
 A Inquisição foi a maneira CONVENCIONAL HUMANA DE SE IMPOR PRETENSAS IDEOLOGIAS às massas. 
Jesus Cristo foi uma inovação em seu tempo; resultado: MARTÍRIO E CRUZ NELE! Os primeiros cristãos representavam ameaça aos dominantes do mundo (romanos), arena de leões famintos e demais torpores a ELES(legalmente endossados pelo Estado, e aplaudido pelos sacerdotes das divindades de outrora). 
Quando o cristianismo tornou-se a religião oficial do Império Romano o pau comeu também! A moeda trocou de mãos, mas, o valor, digo, a desvalorização da vida humana perpetuou-se; houve, é fato, a inversão de poder, porém, com o mesmo mal uso pelas autoridades de então, e a inconsequência do atentado à liberdade de crença de cada qual a longo prazo. 
As razões da Inquisição? Cristianizar? Sabemos que, se a princípio deva ter sido a estúpida maneira encontrada pelos representantes da cristandade para divulgar o credo cristão, a verdade é que não passou de uma coação torpe que, naturalmente, como qualquer semente ruim, não haveria de dar bons frutos; o que prosperou da Inquisição foi única e exclusivamente o reconhecimento emérito e indiscutível da capacitação do homem para avacalhar consigo mesmo enquanto espécie, inda que para tanto, levianamente escorado nas divindades, naquilo que nos é sagrado; nada mais.
A Igreja Católica não presta, é podre em razão disso? Façam-nos o favor de não macularem nosso raciocínio! Digo isso por ter lido muito sobre a Inquisição em textos explicitamente desmoralizantes à Igreja Católica, voltados à "conversão" ao "verdadeiro cristianismo"...
Observemos aí o repeteco grotesco da coisa toda! Daqui a pouco haverão "batinas surradas, católicos enforcados em terços e rosários e jogados em micro-ondas"! 
Não é por aí; instituir a recriminação, o jugo, a intolerância, e a indisposição em se aceitar o vertente de pensamento do outro, não jogará água nas fogueiras das quais não restam quiçá cinzas! Oxalá tivessem os mártires da inquisição conseguido levar para o fogo justamente a causa una das torturas por eles sofridas! 
Destroçaram tantos corpos, vidas e destinos...E não conseguiram inda assim sensibilizarem o espírito coletivo...Mea culpa, tua culpa, nossa máxima culpa!
É possível que nós cristãos, UNIFICADOS NUM SÓ SENHOR, independente da maneira de serví-lo, quem sabe seja possível a nós, cristãos de hoje, espíritos já escolados e esfolados, erguer uma imensa grelha para incinerar nossa própria ignorância, nossa imaturidade e a prepotência de nos considerarmos conclaves de uma verdade que só a D'us pertence!?! 
Afinal nada há que seja 100% positivo ou negativo; nada há no mundo, se bem analisarmos nossa trajetória, nada há que não tenha sido consequência dos atos que, se não praticamos, deixamos que fossem praticados contra nossos semelhantes.
Não há o que se falar sobre a inquisição que já não esteja enfarosamente exposto..
Tenhamos sim, respeito para com as vítimas e, uma mega misericórdia com os que, voluntária, consciente ou inconscientemente, dela participaram na malfadada condição de algozes.
 Há filmes diversos, documentários, há compêndios públicos que identificam as encenações dantescas, de se aguçar a inveja dos produtores, diretores e atores de filmes atualíssimos tais como "JOGOS MORTAIS, dentre outros", sem que eu precise transcorrer sobre cada uma e, a verdade é que vez ou outra precisamos nos chocar com nosso passado para quem sabe, aspirarmos e trabalharmos em prol de um futuro que enfim se mostre, de fato e com razão, mais esclarecido, evoluído e digno dos verdadeiros, dos autênticos seguidores dos preceitos divinos, norteados, a mim e meus fraternos em crença, pela sabedoria atemporal e incorruptível de NOSSO BEM AMADO MESTRE, JESUS, O CRISTO!


Visite o site : www.escritoraflavianeves.com.br.
Imagem: cedida por Flávia Neves