18 dezembro 2012


"Ouça o clamor da eternidade despertando-o do umbral alucinógeno e maldoso do sono...Há ainda muitas vidas a viver até que os segredos ocultos pelo escaravelho em seu peito pese menos que a pluma da balança dos justos...erga-te mais uma vez, e uma vez mais desbravaremos a criação!" - Flávia Neves.

Nenhum comentário:

Postar um comentário