29 abril 2013

UNICIDADE, imutabilidade, imaterialidade e ETERNIDADE moldam, embora de maneira grotesca, parte da real natureza daquele que não foi gerado, daquele que não pode ser corrompido, acima das inconstâncias e imperfeições mundanas que é. O Ancião dos Dias, o Criador Supremo, DEUS, nosso criador, soberanamente justo e bom! Somente os atributos de um bom espírito alcança a iniciação para o reconhecimento de seus verdadeiros desígnios e o vislumbre de sua face! - Flávia Neves. 29/04/2013 23:08.

Nenhum comentário:

Postar um comentário