25 agosto 2013

Anjos, aliens...e nossa história

Desde a menção do ancião Enoch, em visitação ascendida à morada astral de nosso Criador e daqueles que o auxiliam na administração universal(aos quais denominamos por ANJOS) transcritas para os textos considerados ainda hoje APÓCRIFOS, "Livro de Enoch", basta passearmos pelos textos do Antigo Testamento para avaliarmos a extensão da intervenção recebida por nós, seres humanos, e a natureza da mesma.
Abraão mesmo, após sua retirada de UR, e peregrinação em busca de uma terra prometida, recebe com mesura e cordialidade, tanto a representantes do reino de Melquizedeque (Príncipe da Paz) "que tinha por cidade capital àquela que, ocupada por Davi e, morada de seu filho Jededias (Sholomon), conhecemos por Solyma, Yerushalem ( e que eram também conhecedores do D'us único, a ele fiéis)", à visitação de três humanóides (por assim dizer), seres de aspecto humano, mas de possível origem sobre-humana, e que, providos do dom das profecias, anunciam ao ancião e sua esposa, já de idade avançada, Sarai, a futura concepção de um herdeiro legítimo proveniente do ventre da vera matrona da caravana abraânica/hebraica.
Não há menção a ASAS, mas a descrição, feita por nossos ancestrais, de seres que, ante a precariedade intelectual  a eles se assemelhavam a Homens-pássaros, homens capacitados a voarem, homens que vinham do céu, do alto, do espaço, seja material ou espiritual, tais seres vinham de localidade para além da compreensão das criaturas terrestres, e, aos errantes do deserto (tribo de Abraão) apresenta dados de incontestável relevância para o fortalecimento da fé do patriarca a seu D'us, denominado por JAVÉ, desde de instruções comportamentais à revelações que se concretizaram no devido tempo. R aqui foi citado a esmo breve e pequeno exemplo.
Todas as conjecturas religiosas geradas no decurso da história humana fomentaram deidades, mitos que surpreendem pela potencialidade da intervenção, reitero, na evolução de nossa espécie. 
E quem serão eles? Qual o propósito?
A descrição crassa foi, ao que se pesa e pensa em reflexões racionais, desprovida de capacitação detalhista ausente a nossos ancestrais.
O que a Enoch pareceu um mundo paralelo, pode, porque não, ter sido mesmo! Um mundo ao qual foi encaminhado em viagem tão possível ao espaço sideral, como nos é possível a visitação lunar e o singrar espacial da atualidade! Por quê não. Alguém explica as construções absurdas em complexidade, espalhadas pelo mundo, e que fazem as pirâmides se assemelharem a legos infantis?
Questionar a existência de uma força superior regedora universal? NUNCA! Ao contrário, pode bem nos levar a compreensão de que, talvez, sejamos uma espécie neófita, à qual é concedida de tempos em tempos a presença indispensável de mentes abrilhantadas, portadoras de HD ascendido, para que, existindo entre nós, atuem na condição de mentores e apontadores ao caminho favorável de nossa gradativa e indubitável sapiência, retirando-nos do caos aflitivo de vidas sem sentido e sujeitas ao lamaçal constante de nossos impulsos egoísticos e destrutivos.


Os vinculo a um plano intermediário, donde a composição orgânica, ao menos a nossa, a eles seja desnecessária, libertando a essência espiritual para a completude da missão de estudo de nossos caracteres humanos e desvinculação a tais aspirações ilusórias e transitórias, se comparadas à concretude do lar definitivo que nos aguarda.
Quanto a aparições (visitação) de entidades indignas, é possível que A CIMA COMO ABAIXO, deva simbolizar a proximidade de problemática para com a instrução espiritual também, havendo, naturalmente, mentalidades inferiores que possam tencionar nos ludibriar por intento de manter os seres usuários de corpos físicos aprisionados às suas voluntariedades atormentadoras.
Enoch, seu neto Noé e Abraão, Jacó e Tobias, "ao que me lembro por agora" (a exceção dos comunicadores de outros credos espalhados mundo a fora), os únicos e definitivos contatos entre o cosmos e a Terra, todos receberam lições, avisos, interferências em momentos específicos para manterem ilesas suas vidas e concluírem suas missões.



Quantos de nós gostaríamos disso na atualidade...E o maior dos questionamentos, sejam eles quem forem, e venham de onde vierem, é O QUE QUEBROU A CONEXÃO ENTRE O DIVINO E O TERRENO, tão evidenciada nos primórdios da humanidade!?!
Onde estão hoje, no agora e que papel exercem, e ainda andarilhos entre nós? Qual o modo de agirem, como nos buscam, ou, como buscarmos por eles? Teria sido o ensinamento das preces uma maneira de nos ensinar como "discarmos" e conectarmos nossas mentes à sintonia considerada perdida?
Virão eles em naves espaciais (cuspidoras do fogo - propulsão dos motores- que mal conseguimos interpretar nas descrições sânscritas e mesepotâmicas?) e em vestimentas que nos faça acreditar que estamos diante de mutantes, híbridos humanos mesclados a outras espécies, falando numa linguagem embaralhada após aterrissarem nos seus postos de pousagem deixados alinhados de hemisfério a hemisfério, "uma das questionadas utilidades dos muitos monumentos que mesmo no presente seria de complexidade absurda para edificação do homem?
Tudo a seu tempo, mas, estamos, ao que tudo indica, iniciando um tempo de redescobertas, um período em que as cortinas se abrem a a verdade se expõe, ato a ato!
Enoch, se ocultado em desprezo, anuncia-se como precursor de uma realidade indiscutível: A existência de outras espécies, noutros mundos, ou em universos paralelos, e que, um dia, houve interesse de interação entre tais mundos. Se somos credores ou devedores dessa intervenção, fato é que, torcemos para que, se positiva, mantenha-se em sustentáculo vigoroso para que cheguemos a nosso destino comum. O ASTRAL SUPERIOR! 


19 agosto 2013

Supostas Profecias de Chico Xavier para 2019



Com que então de 2012 pelos maias, passamos a 2019 "pelos espíritas", É ISSO? Escrevi propositalmente. 
Não por CHICO XAVIER, mas, em se tratando ele da figura pública mais eminente na atualidade, sobre espiritismo, quem lê sobre pseudo-profecias dele, as condicionam ao? Ao? "Espiritismo e seus seguidores." Entenderam onde quero chegar?
Vivemos numa realidade carente de heróis, visionários, de esperança e de caridade! Por carente, interpretemos "mendicantes"! Somos, estamos mendicantes de sustentáculos autênticos para a fé! Em quê ajuda, "pelo amor dos Deuses Novos e Antigos de Game Of Throne",  no quê ajuda O FOMENTAR especulativo de expectativas que, se é que partiram de Chico, "me reservo o direito de duvidar", deveria ter sido verbalizado por ELE ENQUANTO VIVO?! 
Me contem: Desde quando Chico precisou de porta-voz? Ele que por vários mentores SE PRONUNCIOU, E QUE ERA AUTO-SUFICIENTE A PONTO DE NADA LOGRAR COM SEU DOM, um homem que se sustentava física e moralmente por si, um homem que, em sua discrição e distinção, quis morrer num dia em que o Brasil estivesse feliz, para não chamar atenção, nem "causar" comoção nacional, querido que se sabia ser, É DELE a "profecia" que careceu o aguardo de sua morte para então ser propagada? Mesmo?
Sinto Chico usuário das três peneiras: "falar o que for BOM, ÚTIL OU AGRADÁVEL". Lido o artigo sobre as revelações atribuídas a Chico...nnnãaaammm...  
Já não basta um 2012 que, para os néscios e incrédulos, para os expectadores do apocalipse, para os "plantonistas"de desgraças (perdão, tenho tbm pavor desta palavra, mas não havia outra), não ocorreu, "já que não houve nenhum Kabum sobrenatural no mundo?" Já não basta a comiseração de ânimos dos que não esperavam um fim, mas, um recomeço melhor, conquanto em verdade sentimos labaredas nos consumirem em todos os setores e âmbitos de quaisquer nações? Não foi com fogo iniciado 2013, principalmente no Brasil? Não apagamos chamas com lágrimas em Santa Maria, chacinados em sufocar inclemente os representantes do futuro, pois que enterramos nossos jovens?
Vincular figuras públicas, renomadas a Profecias...É sério?
Político brinca, autoridades dos três poderes debocham, marginais de periferia nos amedrontam, a criminalidade em família está uma coisa pavorosa...
O integridade da religião deveria ser preservada!
Se muçulmano extremista dinamita meio mundo, a sociedade cai em cima de quem? DO ISLÃ! Se um judeu resolver metralhar trocentos na faixa de gaza, apontaremos para quem? Os Judeus! Aí a gente se depara com uma luz no fim do túnel, que é um PAPA NEGRO, UM PAPA ADVINDO DO BRAÇO NEGRO DA IGREJA (jesuítas) reconduzindo a integridade aos cristãos, com robustez moral suficiente para, quem sabe, pacificar os ânimos entre credos diversos...E ao invés dos espíritas fortalecerem a cristandade, serão vistos como o quê? Propagadores de desespero e discórdia? 
Precaução com o que se escreve, se alastra! Não se compromete apenas um, mas ao todo que se diz representar! Olha o que deu o pastor homofóbico. Leram? PASTOR homofóbico...Eu deveria ter escrito Deputado, DEPUTADO homofóbico, e o que escrevi? Não por mal, mas por ser a primeira coisa que me lembro sobre ele...Um pastor Evangélico intolerante, homofóbico! Quando um espírita palestra, inda mais em uso de imagem dos que já partiram, FALA POR CADA QUAL DE NÓS!
Mas, se o responsável pela matéria quiser mídia, quiser se divulgar...ora tem material de sobra!
  Não é minha intenção macular, denegrir, desdizer, ninguém em especial, tampouco os relatos que trás deliberada e CONSCIENTEMENTE A PÚBLICO...Cada um que responda por si, eu custo comigo! Uso aqui de minha liberdade nata de capacidade de análise, observação e liberdade expressiva para tentar solucionar a equação que precisa ser calculada, e seu denominador comum, além do resultado, seria-me conveniente conhecer...Enfim:
Em se tratando de Chico Xavier, NOSSO BRASILEIRO MAIS AUGUSTO, tudo é bombástico, certo? Errado! Se assim fosse, por qual razão seus transcritos iniciáticos, deixados, GRIFE-SE, está lá de cunho de Chico no livro, DEIXADOS "COM  E PARA" SEU SOBRINHO, e editado por este sobrinho "que poucos sabem quem é, seu nome e o que faz (e faz muito do trabalho de seu tio, embora no silêncio, no resguardo dos desprovidos de vaidade), enfim, por qual razão o édito publicado por este sobrinho em conjunto a "Geraldo Lemos", intitulado O PRIMEIRO LIVRO, por qual motivo não foi devidamente noticiado, divulgado e, por qual razão só se menciona Geraldo Lemos, se explícito está na obra, que tais textos, encantadores, tão Chico, diga-se de passagem, "há no livro a letrinha dele, que coisa mais linda!", quantos de seu cunho pessoal e não apenas psicografados, pertenciam a caráter e rigor, para deles dispôr dentro do que consideraria justo, a SEU SOBRINHO?
Que o Sr. Geraldo Lemos teve influência de Chico Xavier em sua educação espiritual, percebe-se verdadeiro, mas daí o que ELE FAZ com o prelado, já é outra estória. Meus professores não podem responder por mim, após graduada, não respondem por como uso meu diploma; devem? Podem? 
Mais normal que um ser humano ajudar a outro, é um ser humano se desencaminhar, se perder. Tô errada? Se estiver taí o exemplo. Todo mundo erra, se perde, se desencaminha.Uns por vontade própria, outros sem perceberem. 
Palestras em nome de Chico, ora, qualquer um pode dar...Basta ler as quantas obras? E aqui citando o sempre controverso evangelizador, Paulo, "Tudo posso, mas, nem tudo me convém"...Fotos com Chico, convivência com o Xavier? O homem não era isolado, ao contrário! Muitos ainda no plano terreno estão, que o acompanharam vida a fora, inclusive distintos e eméritos espíritas, "distintos e eméritos em seus mundinhos restritos, pois que não saem a propagar EU CONHECI O CHICO, SOU SEGUIDOR DE CHICO, EU TOQUEI NO CHICO, OLHEM PRA MIM, UHU! Ah pára!
Não denegrir, malograr...não! Mas advertir, que o uso abusivo do nome, da imagem dos que aqui não mais se encontram, deve, penso eu, ser delito aos olhos da espiritualidade, gerando transtornos, amolação a atraindo entidades menos dignas. 
Cada qual, sustento em reiteração, responde por si! O que de bom vier do Sr. Geraldo Lemos ou de qualquer outro espiritista, incluindo eu, que seja em uso positivo para a humanidade, mas que os erros SEJAM NOSSOS enquanto humanos, faltosos e em evolução gradativa! Somos instrumentos, ou deveríamos ser, pois, À DISPOSIÇÃO DOS MENTORES QUE NOS INSTRUEM, E QUE DE NÓS SE APROXIMAM EM DEPENDÊNCIA UNÍSSONA, E REFLEXO DIRETO DO QUE PENSAMOS, SENTIMOS E PRETENDEMOS, daí o aconselhamento mor, de amparo mútuo e INSTRUÇÃO CONTÍNUA! 
A atração ao ESPIRITO DA VERDADE se dá conforme nosso comportamento! E minha intuição não considera apropriada, benéfica, a armadilha da exposição envaidecida, inda mais utilizando-se, para tanto, de feito ou vida/morte alheia.
Por essas e outras, assino o que faço; e se houver, e bem sei que há, via a permissão do Espírito Santo, intermediação de instrutores comigo, que parta deles, quando, onde e a quem eles considerarem por bem, se anunciarem. Eu não sei identidade de ninguém perto de mim, SE É QUE HÁ! É sério, sei não! Por isso assino; não estou morta, não sou famosa, banquei até hoje o que escrevo, e até as obras que procuro doar para casas espíritas a fim de conversão a caridade, "como não tenho fotinha guti-guti gugu-dadá com nosso amado Sô Chico", encontro, até para a prática da caridade, portas fechadas. MAS SOU EU, MEU DESTINO, MINHA VIDA, MEUS PENSAMENTOS, MINHAS LIÇÕES, AS PORTAS DÃO NA MINHA CARA; SOU EU, isso eu sou: EU! E, profecia por profecia, eis a minha: Prevejo alterações apocalípticas para cada um de nós! Consigo ver enfermos de corpo e alma em processo de cura! Vejo cegos terrenos em sorriso debochado, pois estão, em sua escuridão, enxergando a luz messiânica; vejo um tanto, um bando de líderes políticos enlouquecidos, sanatórios, clínicas psiquiátricas lotadas de ex-senadores, deputados, presidentes, ministros e o escambau, todos sofrendo da insanidade mental que acompanha e deteriora os avarentos por poder; sou profeta? Não. Basta olhar ao redor e compreenderemos os rumos futuros, e a justiça arregaçando as mangas para obrar! PRONTO, FALEI, E ASSINO! - Flávia Neves.




Não contrariaria apenas o catolicismo; derrocaria as versões espiritistas, haja vista a vastidão de relatos psicografados e apontados por entidades, mentores de gabarito elevado, tais como o próprio Emmanuel. Não morro de amores por Paulo,por causa de seus relatos inferiorizando o sexo feminino, o que deturpa a visão pioneira idealizada aos precursores da palavra; mas, acaso tenha sido ele um "enganador", pagou caro por isso abdicando de uma vida que, até hoje muitos de nós ensejam e que, certamente dela não se isentaria a troco de perseguição, penúria e uma morte horrenda dada por certa. Paulo É um personagem polêmico, controverso; um homem que tão bem descrevia o Amor, a Caridade e que, entretanto, era incapaz de racionalizar as próprias emoções. Ainda sobre Paulo, apegando-nos à dourina espiritista, se diz ter sido ele, antes, o destemido Espartacus...E tal possibilidade talvez justifique, se observada a forma como Espartacus viveu e morreu, a identificação com o homem que não conheceu, mas, perseguiu: JESUS CRISTO.
Assim como Espartacus, usando de outros métodos bem diferentes, Cristo teve por missão nos libertar de uma escravização, embora não física, e sim espiritual. Assim como Espartacus foi ele capturado, torturado e CRUCIFICADO. Ora, Saulo deve ter sentido as náuseas conflitantes, em seu íntimo, o aflorar reminiscente em briga interna, pela sujeição de alguém aos torpores que ele mesmo passou; preferindo negar tudo que sujeitaria um homem a morrer daquela forma. E, tendo perseguido seus seguidores, havendo encontrado a mesma, que não maior determinação dos seguidores do nazareno crucificado, no acidente para Damasco, mais que um questionamento de Jesus, possa ter havido a voz interna em conjunto, o reforçando pelos ideais fraternais, voltados ao bem comum, advindos de sua natureza implícita; a natureza de seu ser que dentre as muitas personalidades, fôra também o gladiador empreendedor visionário, embora sanguinário, Espartacus...E assim como gostaria de ter visto sua pretensa ideologia alçada ao êxito, ponderando a doutrina crística, quis dela usufruir e sobre ela tirou suas conclusões, as discorrendo por onde passou. Errado? Não. Falho, de certo; HUMANO, imperfeito e em processo evolutivo como qualquer de nós. Barnabé, como vários outros semeadores do conhecimento crístico, deve ter digladiado com o que considerou equívoco do neófito "camarada" que, de perseguidor, tornou-se, espontaneamente, a CAÇA. E uma caça malquista por ambos os lados.
 Conheço a versão islãmica, aconselho os DVDs sobre Maria, Jesus "o profeta de Deus", salvo engano é esse o nome, além da versão da vida de Abraão, e o desempenho mega de Anthony Quinn vivendo o tio do profeta Maomé, já que não aparece o profeta no filme, apenas dá-se a percepção que ele está aí. E esclarecido no filme que não é permitida a representação do profeta. Enfim, o islamismo respeita realmente muito ao Cristo, embora não saibamos ou vejamos divulgação a respeito. O que percebo, ao ler que Jesus não teria morrido, e sim Judas ao tentá-lo, daí a negação de Pedro, que não foi a seu Mestre, mas ao ser questionado responde que não segue aquele homem, pq foi o único a perceber que aquele não era Jesus...sinto como uma reverência a Jesus, e a inaceitação que um ser humano pudesse exercer poder e controle sobre um homem santo, tocado por Deus, quer fosse seu filho ou um enviado profético. Uma cortesia, uma incredulidade na maldade humana maculando um enviado divino. Respeitemos, afinal é uma visão que enseja proteger fisicamente nosso amado Mestre, Jesus O Cristo, e não intento de o malograr ou dele retirar os méritos. Todavia, insisto, há resquícios históricos, inclusive dentro do vaticano, "uma delas seria o relato de crucificção de Cristo", além de várias evidências, via a vida e obra dos apóstolos, que contrariariam em muito a interpretação da bíblia encontrada na virada do atual milênio.
Usemos do bom senso, da desconfiança que nosso instinto, pela cultura secular que nos embasa, nos instiga a manter: O que seria mais, ou menos crível? Um ser humano ascendido, por intervenção divina, às alturas, após sua ressurreição dos mortos, andarilho que se manteve entre os vivos por 40 dias, havendo 06(seis) aparições descritas nos evangelhos ou, "dois homens, aliás há um terceiro,"...um traído e o pseudo entregador, sendo que o segundo venha, "olha a a boa intervenção divina aí", a ser submetido a um procedimento cirúrgico instantâneo, adotando pois a fisionomia de seu Mestre e em seu lugar morrendo, enquanto o terceiro, PEDRO, era o único ser vivo com a percepção acurada, física e espiritualmente, a saber que aquele não era seu Mestre, por isso o negando...
De bom alvitre que avaliemos os testemunhos posteriores do próprio negador de Cristo, Pedro, que ratificou com suas palavras e arrependimento, o fato de TER NEGADO A JESUS CRISTO, após este ter previsto o que se sucederia antes do galo romper a aurora do dia vindouro...
Não, não interpreto como bombástica qualquer relato que não coadune a ao menos dois, três personagens...A bíblia encontrada pode ser avaliada e mesurada pelo valor histórico, não podendo perder o esplendor de se tratar das crônicas, ao que se verifica, do pensamento personalíssimo de seus escritores, mas, daí a validá-la a especulação, em detrimento de testemunhos oculares e confirmações dos que viveram o decurso da passagem terrena daquele a quem consideramos, "me refiro aos Cristãos", nosso profeta, mentor e, Salvador...creio que o peso do que se conhece, tradicionalmente, se mantém!  
 Cristo profetizando um líder espiritual aos filhos de Hagar? Aleluia! Merecidamente, afinal, não é segredo de Estado que os filhos de Sarah negaram a herança abraanica dos descendentes de Ismael! Ademais, o islamismo foi necessário, em surgimento, para salvaguardar conhecimentos antigos quer de geometria, arquitetura e todos os 7 dons e as sete ciências estruturadoras do intelecto humano, antes que nossos antecessores CRISTÃAAAAAOS, por estupidez e ignorância, os varressem da existência. D'us, Alá, Papai do Céu, chame-o pelo nome que melhor aprouver, a força regedora universal teeeeeem seus propósitos, nos conhece e antecipa nossos atos e nossas falhas. Muita coisa surgirá nos tempos em que vivemos. Saibamos ler, interpretar, aceitar as diferenças, louvar as semelhanças, acima de tudo estreitando laços, e não usando pensamentos, opiniões, relatos personalíssimos como lâminas a mais para rupturas desnecessárias, indevidas. Os galhos são muitos; a descendência abraanica, COMO PROMETIDO PELO D'US DE ABRAÃO, é incontável como os grãos de areia e as estrelas do céu, mas provêm do mesmo tronco, alimentam-se unicamente das mesmas raízes! 
Nota sobre matéria do link abaixo: Leia vc também!

13 agosto 2013

"As incongruências e ilicitudes patrocinadas pelas autoridades, não é de hoje que afetam o mundo; não é de agora que sacrificam a inocência, alquebrando o que é justo e perfeito. Entretanto, nenhuma derrota do que ou de quem é correto é uma derrota definitiva; lembremos que o filho do homem, para SER QUEM SE TORNOU, padeceu ante o abuso do poder e o uso indevido do direito...Mas a aparente derrocada foi apenas o começo de sua ascensão definitiva!"

Precatórios 2013 em MG - Intenção de não pagarem a fila cronológica em 2013! OLHO VIVO!

8 de agosto de 2013 às 12:32
APELO POR INTERVENÇÃO DO STF E STJ: 
 08/08/2013.Chegando do CEPREC/MG. Em tese, acordos com deságil NÃO DEVERIAM SER PERMITIDOS nas liquidações de títulos precatórios. Em Minas Gerais O É. E em atendimento, inda que a contragosto, de Edital/2013 do MM responsável pela Central de Precatórios de MG, obedecendo à vontade de clientes, constituída de ANCIÃOS OU SEUS HERDEIROS, pois que a verdade é que a maioria dos credores de Precatórios do IPSEMG MORRE SEM RECEBER, ora, acatando, pois, à vontade de clientes que preferem abdicar e perder mais de 50% do valor de seus erários, em conivência plena viabilizada pelo Edital do Magistrado competente realizaram-se os trabalhos. A APOLOGIA À DESLEALDADE DA JUSTIÇA ANTE O CIDADÃO COMUM! 
"Se diz que CARIOCA TEM FAMA DE MALANDRO", MAS É MINAS GERAIS A ENCABEÇAR O MINISTÉRIO DO CALOTE "LEGALIZADO" QUANDO O ASSUNTO É O TRATO, O PAGAMENTO DE TÍTULOS PRECATÓRIOS. O Rio de Janeiro está CONVERTENDO, através da gestão de governo atual, "E OLHA QUE O HOMEM LÁ TÁ POR UM FIO NO PODER", enfim, Sergio Cabral autorizou a liberação do valor avolumado em caixa por depósitos judiciais (despesas judiciais pelas quais o cidadão paga ao adentrar e correr processual) para liquidar, LIQUIDAR A DÍVIDA AVOLUMADA DE PRECATÓRIOS NO RIO DE JANEIRO! E dos + de R$12.000.000.000,00 (doze bilhões), o Rio gastará apenas 25%, que é em verdade o total contabilizado da dívida de precatórios, estimada em R$3.500.000.000,00 (três bilhões e meio). O RIO DE JANEIRO ESTÁ, PORTANTO APTO, A RIGOR E LEGALMENTE PARA EFETUAR A LIQUIDAÇÃO COMPLETA DE TODA DÍVIDA DE PRECATÓRIOS EXISTENTE NO ESTADO. E MINAS GERAIS. O Exmo. Governador Sergio Cabral está queimado, e muito, apontado por apadrinhar o escritório de advocacia da esposa, "longe de mim saber sobre a veracidade do boato", mas enfim, O GOVERNADOR DE MINAS ESTÁ A APADRINHAR O QUÊ OU A QUEM? O QUE ESTÁ ACONTECENDO EM MINAS GERAIS QUE IMPEDE A ADMINISTRAÇÃO DE ADOTAR AS FACILIDADES OFERECIDAS PELAS VEREDAS ENCONTRADAS PARA RESOLUÇÃO JUSTA E CORRETA DE DILEMAS TAIS COMO A QUITAÇÃO DEFINITIVA, OU MESMO A CONTA-GOTAS DOS TÍTULOS PRECATÓRIOS? O Exmo. Governador mineiro não é um militante da advocacia qualquer, TRATA-SE DE UM GABARITADO E RENOMADO MESTRE EM DIREITO, destarte, competência, capacidade racional para moldar lei e justiça a fim de cumprir SENTENÇA TRANSITADA EM JULGADO, ora, não deve ser o problema.; financeiramente também, eis o exemplo do Estado do Rio de Janeiro. Quanto O JUDICIÁRIO lança aos cofres públicos de Minas Gerais através das taxas processuais? Se no Rio de Janeiro DEU E SOBROU, em Minas Gerais porventura não poderia suceder o mesmo? Há rumores "a boca pequena", E QUANTO A ISSO DIRIJO-ME AO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL e ao SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA solicitando observância; há rumores no CEPREC de possibilidade aventada de PUBLICAÇÃO DE NOVO EDITAL POR PARTE DO MAGISTRADO DO CEPREC asseverando em ratificação a sustentação de NOVOS ACORDOS para pagamento de precatórios através de negociação com o DEVEDOR/ ESTADO DE MINAS GERAIS, no correr desse segundo semestre; o que implica em resultante mantença de pagamento exclusivo de precatórios abatidos E DESACATO À ORDEM CRONOLÓGICA DE PRECATÓRIOS, INEXISTINDO, PELO QUE SE APARENTA EM NÍTIDA IMPRESSÃO, INTENÇÃO, PORTANTO, DE DAR ANDAMENTO À FILA EM PAGAMENTO DOS TÍTULOS EM TOTALIDADE! Começou-se em Minas Gerais com deságil de 30%, já abocanharam mais 20%, sendo que qualquer negociação se dá A PARTIR DE 50% de abate! Pra quanto subirá o deságil ano que vem? E não há razão para temer? Não haverá, pois, razão para inconformidade e revolta íntima? 
Nada, NA-DA, nada há para se esperar de comissão de negociação de precatório da OAB mineira, a presidência da OAB em Minas não mantém nem mesmo assessoria para responder aos afiliados da OAB que tentam contatar a presidência; "foi-se o tempo dos Cândido, quer o pai quer o filho, a zelar diretamente pelos interesses da classe, empossados com objetivos mais elevados que o de sedimentação de seus nomes, pisando em ovos com os que tencionam alquebrar o exercício da advocacia! Pois é o que se permite na atualidade." Não há tampouco compaixão do oponente (Procuradoria), mesmo que entre credores haja ali esfaqueadas viúvas de procuradores a muito falecidos, e, em conluio se inclinam a atrelar as mãos com o responsável pelo CEPREC (aliás, CEPREC não tem juiz titular não! É Juiz substituto! Talvez por isso, lá dentro Procuradoria sapateie o flamenco na mesa mor como se fosse tablado de teatro boêmio!)  montando OS TRÊS LADOS DO TRIÂNGULO "cursinho para se ensinar negociar precatório"...Meu Deus do céu! Pára! É uai! Em Minas juiz, advogado contrário e procuradores se associam para dar aula sobre o que e como agem para passar rasteira nos cidadãos! E a gente não pode abrir a boca nãaao que é intriga, despeito, inveja! Ah que inveja de Jesus chutando o pau da barraca e "só sendo crucificado ele mesmo." O problema é que um chute no pau da barraca onde os direitos de viúvas e órfãos é negociado não custa apenas a um, custa àquele um, seus clientes e familiares, afetados todos quando a barraca dos mercenários quebra!
 Não há que se falar em animosidade ou mesmo inimizade entre os operantes do direito, ao representarem lados opostos; todavia, de bom alvitre que se analise a urbanidade e decoro "ou falta destes", na situação, que no mínimo torna embaraçosa a lida com os credores, AOS CREDORES SENDO INCLUÍDOS OS DEMAIS ADVOGADOS, que, certamente visão distorcida passa a nutrir, podendo sim se darem ao luxo e desgaste de cogitarem confabulações e conchavos dentre profissionais de ambas as partes, e o governo, com finalidade de amornar, retardar o curso do feito quanto a execução e pagamento da dívida (Precatório) dentro do estabelecido em lei. A ética se deve manter avaliando prós e contras de uma exposição pública! Os integrantes de judiciário de braço dado a procuradores e líderes da OAB responsáveis diretos pelas demandas pelas quais o MM é responsável, me corrijam se estou em erro, mas não pega bem. Ou será impressão pessoal minha?
E aí a gente vai ao CEPREC...e se percebe que a abusiva distorção legal no intento de dilapidar patrimônio de credor haverá de perpetuar-se. Não, o advogado comum pouco, ou NADA pode contra abusos de Magistrado, de representantes de comissão disso ou daquilo na OAB, tampouco contra representantes do governo junto a procuradoria...Afinal, o advogado comum só tem seu voto, "não pode prometer, comprometer com promoções, cargos, coçadinha de cabeça e ego futuros"... Quer que pense o quê? Carecemos, em Minas Gerais, de uma advertência aos que encabeçam a trama, "isso passa a ser uma trama", à trama precatorial!
Inconstitucional o pacto para se pagar dívida em 15 anos? Ahãm...Sei.Tem de pagar IMEDIATAMENTE? Ora que imediatidade há, que imediatidade existe em se manter paralisada a fila cronológica de execução dos Precatórios? Que escusa darão? Alegarão que é mais rentável para o devedor ESTADO pagar metade do devido? Jura? Um prêmio ao intelecto capacitado a descobrir o óbvio! Êta poço de inteligência, sô! CALOTE É CALOTE, oportunista é oportunista, independente de onde se aloje! Mas o óbvio NÃO É JUSTO, É ILEGAL, É ABUSIVO E IMORAL! Que o STF e STJ, e mesmo a OAB nacional tome ciência e providência dentro do possível, enfatizando ao ESTADO DE MAIS GERAIS o significado de LEI E DE SENTENÇA JUDICIAL TRANSITADA EM JULGADO! Não há o que se negociar, discutir ou esperar a não ser o enfático e célere cumprimento do que se deve à justiça.
Não há ninguém bonitinho, esforçado ou que mereça mérito honroso, mesmo que pendurados de títulos, comendas e indumentárias, se o ônus é a corrupção da legalidade, se o pago é a desmoralização do sistema ao qual TODOS OS ENVOLVIDOS INTEGRAM. Um Estado desmoralizado é um Estado fraco, e um Estado fraco, quando necessário em atuação, se verá em problemas sociais, econômicos muito graves. É DO REAL VALOR DA PALAVRA QUE EMPENHA O ESTADO, E SUA REPRESENTAÇÃO, QUE TUDO ISSO SE TRATA. PODE O CIDADÃO CONFIAR NO ESTADO SE O PRÓPRIO ESTADO, QUANDO DE SEU INTERESSE, VILIPENDIA O DIREITO LEGÍTIMO E RECONHECIDO PELA JUSTIÇA DO CIDADÃO? A curto prazo, sim, SOCORRAMOS, PEDIMOS SOCORRO AO STF, STJ, OAB NACIONAL E ATÉ AO FMI, PELOS PRECATÓRIOS, MAS A LONGO PRAZO, EM VERDADE SOLICITA-SE QUE SE IMPEÇA QUE O MAU USO DO PODER CONFERIDO A AUTORIDADES INCONSEQUENTES E VOLUNTARIOSAS SOLIDIFIQUE MALES MAIORES ÀS GERAÇÕES FUTURAS, que poderão a vir a serem criadas sem respeito pelos que não os respeita! Há sim, basta boa vontade, aliás, boa ou má, BASTA A VONTADE OPERANTE, DE AGIR EM BENEFÍCIO AO ESTANQUE DAS DÍVIDAS PÚBLICAS, pagando-se DENTRO DOS MOLDES CONSTITUCIONAIS aos TÍTULOS PRECATÓRIOS. MINAS GERIAS CARECE DE ADVERTÊNCIA E DE CONTÍNUA E CRITERIOSA OBSERVÂNCIA POR PARTE DOS ÓRGÃOS ESTRUTURAIS DO DIREITO E DA JUSTIÇA! A coisa aqui tá feia, e tende a piorar muito!

Arcanjo Miguel sê por nós nas batalhas diárias; Arcanjo Rafael revigore-nos para suportá-las, quer no corpo ou na alma; Arcanjo Gabriel intua-nos de acordo com os propósitos celestes para andarmos dentro das leis naturais regidas pelo Astral Superior; Arcanjo Uriel nos mantenha, EM HONRA E ACATO DAQUELE QUE ENCARNOU SOB A NOMECLATURA TERRENA DE JESUS CRISTO, abençoados e sob o zelo dos guardiões da luz divina!

08 agosto 2013


Verdades caladas são melhores...

Já repararam o ânimo que nos adona ao escutarmos ou lermos sobre antigos mártires, líderes, profetas, personalidade abnegadas e que foram descartadas no correr de suas vidas? O mais costumeiro é tomarmos frente em disposição ferrenha de super-herói apregoando que se estivéssemos ali ouvindo suas convicções em prol da espécie humana, tomaríamos suas dores, seguiríamos seus passos e não deixaríamos sós. 
Que demagogia hipócrita e bestial. Somos completamente desprovidos de audácia e vontade, a grosso modo, de alterar o que quer que seja no mundo! Estamos rotineiramente cercados de pessoas altruístas, bem intencionadas, voluntárias da boa vontade incomum na maioria e, simplesmente NÃO OS AMPARAMOS EM NADA!
Exemplos? Todos adooooram discorrer sobre a verdade, desde que a verdade não os afete. 
Tente advertir, no condomínio onde reside, que tem serviçais de vizinhos, ou mesmo estes, extrapolando no espaço comum aos condôminos e que isso pode gerar dano predial. Tente. Vai lá. Talvez te ofereceram o cargo de síndico e você, estupidamente para agradar terceiros, caia na asneira de aceitar...Você não gosta, mas aceita. Aí é que o trem capota do trilho!
Esteja você no controle como síndico ou seja apenas um proprietário e morador, nenhum condômino procurará o vizinho queixoso para perguntar "por acaso alguma das queixas diz respeito a meu apartamento? Está acontecendo algo que eu possa ajudar?" Não. Até os vizinhos com os quais você tem convivência harmônica (talvez justamente aqueles vizinhos por quem você sente estima e evitou expôr nome e tipicidade de reclamação,  haverão de esfriarem, entrando em elevadores ristes como que em nojo  espanto, te fazendo sentir a distância que quer manter...surpreendidos porque você cometeu o grave delito de ser franco.) Chamarão as autoridades que residem no prédio para "educadamente desaconselhar clima de briga entre vizinhos " (em outras palavras, a verdade incomoda, não perturbe seu vizinho mesmo que vc tenha de, literalmente, abrir porta de elevador a qualquer hora do dia e por o saco de lixo de seu vizinho, vazando, pra fora, ou se depare com estranhos na sua garagem enquanto você sai do carro com criança e compra; lembre-se que é um direito legítimo do vizinho colocar sua segurança em risco, sua saúde e bem estar, e, será sempre seu dever aceitar e calar o boca), mas se for a filha de um deputado que se queixar de uma barata morta no espaço do carro dela, saibam todos, será entendida sua justa reclameixon! 
Se você for um profissional que tem representatividade, queixe-se do que presencia, negue-se a compactuar com o uso abusivo e indevido da autoridade de que foram investidos...Faça isso! Se pretende ser mal quisto, repelido, quando não, ignorado.
Desmerecer o que acontece de errado, e opor-se aos que advertem em benefício do bem comum faz parte da natureza humana.  
Sei de um médico, SEI SIM, DE UM MÉDICO que, tendo residido fora do país, ao se integrar ao quadro clínico brasileiro não se adequa, a ficha não cai, anos transcorrem e a ficha dele não cai, tentando estabelecer justiça, mete pés pelas mãos e se encrenca, se encrenca feio demais da conta, e a única ficha que aumenta é a dele... está respondendo a processo de Danos Morais porque discutiu com um técnico de enfermagem da equipe do SAMU de BH/MG; causa da discussão? O "técnico de enfermagem" simplesmente quis sobrepôr-se ao ordenamento clínico e,"não queria" concluir a transferência de um paciente aidético e com tuberculose do UPA para o Hospital. O médico tomando as dores do paciente soltou cobras e lagartos na mula coicera que interpunha-se ao atendimento de seu paciente e a coisa deu B.O e processo.
E o técnico de enfermagem, ao que se consta, considera a coisa mais linda do mundo perseguir o médico movendo céus e terras judiciosas, o mesmo médico que o técnico crê, diga-se de passagem, que seja um profissional sujeito a ser expelido para fora do serviço público, exatamente pela constância de animosidade que o médico gera em torno de si quando exposto às encenações de infelicidade urbana e impotência.
O técnico de enfermagem  tem tempo para procurar saber da vida do médico, quais suas fraquezas, grau de parentesco ou de afinidade dele com quem quer que seja, vai postar todos os másculos e corajosos processos que têm contra o médico no afã de "catar gravetos para inflamar uma fogueira já agrossada! Embora não consiga!" Enfim, mas nada deverá estar fazendo o técnico de enfermagem para ajudar a altear a realidade polêmica de um sistema de saúde onde as rusgas pessoais entre os profissionais envolvidos, são, quantas vezes responsabilidade de precariedade e de descaso político. A bem da verdade, talvez nem o médico!  É sempre, quer seja um médico de têmpera extravagante, ou um técnico de enfermagem incitador de encrenca, É SEMPRE MAIS FÁCIL lutar contra um homem do que contra o sistema. É mais fácil se creditar méritos enaltecendo o ganho de batalhas contra um indivíduo, do que amargar a derrota humilhante de pertencer a uma facção da sociedade que nada pode contra quem realmente os expõe às vexatórias implicações de ordem moral, jurídica ou física.
É isso, o certo tornou-se clandestino, o justo é indevido e enfatizar cobranças para alterações sociais tornou-se razão para mácula em reputação quer como vizinho, parente ou profissional.
O mundo não tendo acabado em 2012 e, nenhuma profecia dos fins dos tempos se cumprindo, penso eu que afetou o psiquê coletivo alastrando, para os bastiões da ilegalidade, a descrença numa prestação de contas a um poder superior que, equivocadamente chegamos a cogitar que sequer deve existir. Está tudo esquisito, perdido e invertido.
Sob a ótica da justiça, do direito, nada mais, a não ser as leis naturais, fazem sentido ou causam temor. As catástrofes naturais SÃO AS ÚNICAS TEMERIDADES que causam esparsos calafrios nos seres humanos, de resto, a ganância e a vaidade alimentam os brios da maioria das autoridades, e o poder, como a única real moeda corrente, é esbanjada às custas das ilegalidades, dos prejuízos causados à vida de terceiros.
Será que Deus teve sono e está dormindo? Espero sinceramente que não. Pois que nós estamos. Letárgicos a aguardar alterações que só dependem de nosso despertar, de nossas ações diárias em alteração completa de quem somos e como lidamos conosco!
Artigo redefinido aos 20/11/2013


07 agosto 2013

"Não lute pelo que você QUER, lute pelo que é Necessário. 
Não lute pelo que É PASSIONAL, lute pelo que é justo.
Não lute pelo que poderá CAUSAR RUÍNA; 
lute, destarte,
pelo que atrairá a felicidade da imortalidade só disponível aos que servem ao CRIADOR! - Flávia Neves
"Tempo, tempo...E embora cientes dos preceitos da imortalidade e da eternidade, o conceito temporal determina o nível de ansiedade e sua influência sobre nós. O espírito desgarrado desse condicionamento naturalmente é mais ágil." - Flávia Neves
"Então Deus disse:"FAÇAMOS o homem à NOSSA imagem e semelhança..." ...E Deus criou o homem à sua imagem; à imagem de Deus ele o criou; (...) GÊNESIS-BÍBLIA SAGRADA


"Que entendamos que no universo astral, a pré-existência de outros seres, CRIADOS POR DEUS e não o substituindo, não deixa de ser uma possibilidade transcrita e evidenciada nas escrituras!Podemos ser membros infantes, neófitos na grande família universal; e nossa evolução, nosso desenvolvimento dos dons do espírito seja quiçá aguardado para sermos enfim abraçados de igual para igual pelos que se assemelham a nós, filhos que também são, do mesmo CRIADOR!"Flávia Neves
"A grandiosidade de um ser humano está no reconhecimento de sua pequenez diante a imensidão indecifrável de toda criação! Sensato o erudito que crê na força superior!"Flávia Neves
"Podemos transcender os obstáculos, superar os desafios e encarar de frente todo e qualquer dilema. Quando nosso ser em íntegra, alma, corpo, mente e espírito enfim, estiverem libertos do mal que corrompe a realidade ilimitada, perceberemos que a verdadeira ilusão era o aprisionamento ao corpo e aos seus anseios fugazes." Flávia Neves
"A fé é o sentimento que nasce com o homem sobre o seu destino futuro...é a consciência que tem das suas imensas capacidades... - Evangelho Segundo o Espiritismo, cap. 19, por Allan Kardec. 
"Se nos cumpre fazer germinar e crescer o gérmen da capacitação, em nós depositados, pelo uso pessoal da vontade livre e ativa, tenhamos a enfatizar que as circunstâncias atravessadas são, em maioria, permitidas para o aprimoramento, todavia, boa parte quiçá, atravessamos não por predestinação, mas pelo mal uso, ou a negligência completa da ativação de nosso poder interior. A fé, uma vez pré definida, impõem-nos o estabelecimento da certeza plena de que precisamos crer na essencialidade divina arraigada a cada um de nós." -Flávia Neves
"A boa educação, pode, junto ao amor, alterar a condição moral e a potencialização do intelecto das almas; 
daí o grau da responsabilidade dos pais para com os filhos, entes dependentes que são da qualidade do acolhimento. Recepcione o futuro com esperança." -Flávia Neves
"Surpreenda-se perdoando; mas não com hipocrisia...Não esvazie a boca com palavras saídas de um coração ainda pesado! Perdoe quando o espírito estiver livre da provação, e perceberá que o recomeço terá ocorrido muito tempo antes que tenha se dado conta!" - Flávia Neves
"Mágoas guardadas formam um arsenal perigoso, contrário tão somente àquele que o carrega. Desprenda-se do ressentimento para que sua cavalgada rumo a paz interior seja mais célere...E PLENA!" - Flávia Neves.
                     "E a verdadeira guerra só termina quando o bem maior triunfa!" - Flávia Neves.
                        
                        "SÊ BOM, PRATIQUE O BEM; faça do resto conseqüência!" - Flávia Neves.
"A História é a repetição da capacidade humana de se soerguer de suas próprias investidas; daí se dizer que nada há de novo; nada há que já não seja conhecido ou que já não tenha sido vivido pelos homens; e o futuro nada mais representa que a expectativa de que ajamos, um dia, segundo os padrões da natureza evolutiva que nos incentiva o prosseguimento. Pensar e agir BEM sempre foi o segredo dos grandes e a fraqueza dos altivos!" - Flávia Neves
"O bem-estar e a riqueza se têm espalhado, mas é acaso por suas riquezas que uma sociedade se engrandece? O objetivo do homem na terra é, porventura, levar uma vida faustosa e sensual?
Não! Um povo não é grande, um povo não se eleva senão pelo trabalho, pelo culto da justiça e da verdade.
Em que se tornaram as civilizações do passado, aquelas em que o indivíduo não se preocupava senão com o corpo, com as suas necessidades e as suas fantasias? Acham-se em ruínas; estão mortas.
Voltamos a encontrar, precisamente em nossa época, as mesmas tendências perigosas que as perderam: são as que consistem em tornar tudo adstrito à vida material, em constituir objeto e fim da existência a conquista dos prazeres físicos. A crítica e a consciência materialistas restringiram os horizontes da vida. Às tristezas da hora presente acrescentaram a negação sistemática, a acabrunhadora ideia do nada.
E por esse modo agravaram todas as misérias humanas; arrebataram ao homem, com as mais seguras armas morais de que dispunha, o sentimento de suas responsabilidades; abalaram até às suas profundezas o próprio foro íntimo do eu. Assim, gradualmente, os caracteres se vão abatendo, a venalidade cresce, a imoralidade se alastra como imensa chaga. O que era sofrimento se converteu em desespero. Os casos de suicídio se têm multiplicado em proporções até aqui desconhecidas – coisa monstruosa e que em nenhuma outra época se viu: este flagelo do século até as próprias crianças tem contaminado.
Contra essas doutrinas de negação e morte falam hoje os fatos. Uma experimentação metódica, prolongada, nos conduz a esta certeza: o ser humano sobrevive à morte e o seu destino é obra sua." (...) - Léon Denis. - Obra Cristianismo e Espiritismo.

"Nossa maior guerrilha pessoal, possivelmente deva refletir o equilíbrio entre a valoração de nossos feitos e a cifra de seus efeitos. Ninguém é tão grande que não tenha acima dele um maior; ninguém é tão pequeno e insignificante que não mereça ser ouvido; ninguém é tão ignorante que não possa ser instruído, mesmo que não por nós, mas pela vida e suas lições naturais e individualíssimas ao longo da estrada; ninguém é tão sábio que nada tenha a aprender e por pior que seja uma situação, há nela algo a nos acrescer. Tentar driblar o destino adequando-nos a essas e várias outras máximas, já é difícil, imagine a experiência da existência aos que ainda teimam, insistentemente, arraigados ao materialismo, ao egoísmo e o poder ilusório das posses ilegítimas?" - Flávia Neves.
"Nas lutas da vida não se ganha todas as batalhas, 
porém, é das derrotas que mais proveito se tira para a vitória final." - Flávia Neves.

"Que sejamos esclarecidos e fortes
 para entendermos e suportarmos a fraqueza da ignorância!" - Flávia Neves.

"O condicionamento temporal nos acelera os feitos, nem sempre em completude, tampouco perfeitos. Que palavras não sejam enganosas a quem lê ou a quem escreve;somos consequência, de fato, daquilo que vivemos, e nossas reflexões não exprimem o que somos, apenas o que idealizamos. Leitor e escritor, enquanto envoltos na magia da literatura, vivem ambos um universo imaginário, no máximo temido ou ensejado, nada mais! As críticas são para nossas imperfeições, os méritos são daquele em quem cremos ter nos inspirado; O ESPÍRITO SANTO NA PESSOA DA TRINDADE SAGRADA! "- Flávia Neves
"Quanto mais doída uma humilhação, quanto mais amarga uma provação...que se aja com resignação ao que não pode mude mudar, determinação com o que tiver de fazer e fé naquele que tudo observa, eis que, maiores as alegrias vindouras! Não fosse assim, que sentido teria?" - Flávia Neves
"Foi levado por ANÁS a CAIFÁS, que, pelo transcrito nos evangelhos, já de muito tramava contra o pregador galileu. E o final da estória, um dos maiores engodos judiciosos de que se tem notícia, todos conhecemos...Digitei o nome Caifás no Google tentando pesquisar, afora os relatos históricos judaicos, sobre o infame julgador de nosso Mestre. Para minha surpresa, pouco é relatado a despeito de um dos mais significativos personagens da cristandade, José de Caifás, genro de Anás e Sumo sacerdote judeu que manteve-se no poder por tempo incomum para a época, 18 anos. Além do fato de se apresentar como o antagonista mor da trama anti-nazareno, nenhuma outra menção posterior é feita. Esperava encontrar textos, relatos espiritistas que desanuviassem os rumos de Caifás e o mostrasse com racionalidade histórica, como bem se tenta fazer quer com os apóstolos, quer com Judas Iscariotes, Maria Madalena, quer com personagens de 2a. grandeza, tais como soldados portadores da lança, ou o ferido por Pedro, Malco. Mas...Nada. Quem foi Caifás? Em quê pensava, o que pretendia? Jesus morreu por suas mãos para defender o quê? Os interesses envaidecidos de um homem vaidoso, de uma gleba de sacerdotes desconfiada e orgulhosa ou em defesa de um povo, de uma nação, como é dito que Caifás declarou? Responsável que era por manter a neutralidade entre religião(judaica) e Estado( dominação romana)para se evitar um confronto direto, terá tido alguma boa intenção o homem que inquiriu Jesus e, a posteriori, Pedro e João Evangelista? Quais os rumos reencarnatórios de Caifás? E se consentirmos aos princípios da reencarnação, devemos aceitar que vidas foram vividas pelos seres que circundavam nosso Mestre, antes da missão em si, destarte, qual foi o preparo de Caifás para assumir ante o mundo a responsabilidade de vivificar as profecias e ceifar a vida terrena do filho do Altíssimo? -Flávia Neves