23 outubro 2013

As idiossincrasias devem ser respeitadas! Seja qual for seu credo, seus princípios, atente-se ao fato de que somos unos, personalíssimos, e que condutas robóticas, textos ensaiados, fazem da existência um teatro, conquanto o sentido da dramaturgia da vida, do destino, seja o livre arbítrio, portanto, o improviso. Regras são necessárias para a condução, não para a sujeição do pensamento e dos atos de ninguém. Viva pelo bem, VIVA BEM, com D'us por guia e a caridade por leme; assim esmurrará preconceitos, alterará linguagens e viabilizará avanços! Sempre foi assim, sempre será! 





Nenhum comentário:

Postar um comentário